Walkers RPG BR

Sorveteria Amellie

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Sorveteria Amellie

Mensagem por Ellie Gatsby em Ter Jun 10, 2014 6:58 pm


Sorveteria Amellie

A morte é apenas o começo
Sorveteria Amellie
Periculosidade: X
Descrição: O sorvete derretera e azedou faz muito tempo, mas o local não chama muito a atenção de nenhum zumbi. É uma sorveteria discreta e simples, pequena e sem grandes utilidades que não sejam a descontração. Vale ressaltar que nenhum lugar neste mundo está totalmente seguro... Especialmente durante a noite. Não há qualquer tipo de bem material útil neste local. Por ser um local um tanto isolado e "acabado", nenhum assassino pensa em entrar aqui. 
*Este local está protegido contra assassinos

avatar
Ellie Gatsby
Administrador
Administrador

Mensagens : 59
Data de inscrição : 10/06/2014

Ficha de Sobrevivente
Vida:
100/100  (100/100)
Energia:
100/100  (100/100)
Inventário:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sorveteria Amellie

Mensagem por Collin B. Hitzer em Qua Maio 13, 2015 4:14 pm


Anything interesting?

Do You Fear The Darkness?



Andar pelas ruas de Los Angeles depois dos incidentes não era uma coisa muito legal de se fazer, mas dava pra se acostumar com o tumulto. Após alguns meses sobrevivendo, era de se esperar que todos os poucos vivos tivessem alguma noção de como se portar nos lugares de risco, que eram praticamente todos. Qualquer pessoa viva precisava sair esporadicamente em busca de suprimentos em geral, água, comida, roupas. A briga existia até mesmo pelas coisas mais básicas das necessidades humanas, e então, lá estava eu, em busca das coisas básicas que pudessem me deixar vivo por mais algum tempo.

Ainda eram cerca de quatro e meia da tarde, ou esperava algo assim pelo posicionamento do sol. Havia me arrependido amargamente de não ter conseguido um relógio quando pude, mas o fato era que ainda tinha tempo até o anoitecer, quando as criaturas pareciam tornar-se mais agitadas. Certamente se tornavam mais letais quando a luz não estava mais presente pro auxílio dos sobreviventes.

Tinha que administrar meu tempo. Aquela faca de cozinha não serviria para muita coisa, por mais que eu soubesse muito bem como utilizá-la. Teria que procurar por algo, pegar o que for útil e correr para meu abrigo temporário o mais rápido possível. O caminho estava relativamente tranquilo até então, eram mínimos os errantes que encontrava vagando pela área praticamente deserta, assim, foi fácil chegar até a sorveteria sem ser avistado pelas criaturas.

Chegando à entrada do lugar, ficou claro que as coisas ali tinham ficado feias. Sangue estava espalhado e espirrado por todos os cantos, as mesas estavam caídas, tanto as exteriores quanto interiores. Eram poucas as que restavam de pé. Um corpo morto imóvel encontrava-se estirado sobre o balcão de atendimento e o vidro de alguns balcões de sorvete estavam quebrados com seus pedaços espalhados em volta. A presença de poucos corpos no local era preocupante, as pessoas que foram mortas ali tinham que estar em algum lugar.

Suspirei e empurrei a porta com cuidado, tendo em mãos minha faca. De inicio, era fácil perceber que o sorvete estava azedo pelo cheiro, mesmo que este fosse quase que completamente encoberto por outros odores desagradáveis no lugar. Com cuidado, andei pelo corredor principal em direção ao balcão de atendimento, receoso com relação ao corpo estirado ali.

Quando ganhei certa proximidade, tranquilizei-me ao perceber que o cadáver não reagia. Talvez estivesse mesmo morto de vez, correto? Mas é claro que não. De um momento para o outro, a criatura olhou para mim e esticou os braços tentando me agarrar através do balcão. A cena chegava a ser ridícula em minha mente.

— Não acho que vai se importar se eu procurar por alguma coisa de útil aqui, né? — perguntei cravando a faca no crânio da criatura que voltou a ficar estirada no balcão. Desta vez, realmente sem vida. — É claro que não... — disse empurrando o corpo para o chão. Apoiei-me sobre o móvel agora livre e sentei-me neste observando tudo que tinha em volta. Aparentemente, mais nenhum zumbi.

------------------------------------------
Itens Levados:
✶ {Faca} [Faca de cozinha inicial. É uma faca de cozinha comum, serrilhada na parte de baixo e com 15 centímetros. Seu cabo não prende tão fortemente a lâmina, podendo quebrar se muito forçado. Apesar de ser uma arma frágil, é afiada e de fácil manuseio, podendo qualquer pessoa usá-la com certa perfeição.] (Sem uso mínimo) [Recebimento: Administração por se cadastrar no fórum]


avatar
Collin B. Hitzer
Sobreviventes
Sobreviventes

Mensagens : 5
Data de inscrição : 11/05/2015

Ficha de Sobrevivente
Vida:
100/100  (100/100)
Energia:
100/100  (100/100)
Inventário:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sorveteria Amellie

Mensagem por Sophie A. Blake em Qua Maio 13, 2015 9:14 pm


Ice Cream?

Not even in our dreams.



Sophie não sabia exatamente o que procurava enquanto caminhava pelas ruas de Los Angeles. Para a garota, ainda era um pouco estranho andar pelas ruas - mesmo que não tão seguras - desfrutando de toda aquela liberdade. Muito provavelmente, o tempo distante dessa sensação colaborava para isso.

A garota poderia ser facilmente definida como uma nômade. Não conhecia ninguém, não possuía lugar algum para onde ir... Era uma verdadeira surpresa até para si mesma o fato de permanecer viva depois dos caóticos e ainda confusos fatos que haviam acontecido.

Blake se perguntava como não havia enlouquecido como algumas pessoas. Em uma de suas andanças, havia encontrado pessoas que haviam abrido mão da sanidade. Não era algo belo.

Talvez já tivesse vivido insanidades maiores e resistido ao convite da loucura.

Trajava uma calça jeans simples, tênis All Star relativamente surrados, uma blusa branca e uma jaqueta cujo zíper estava aberto. Não fazia tanto frio já que alguns raios de sol ainda davam o ar da graça no céu. Não carregava muita coisa, apenas uma mochila com algumas roupas que havia conseguido e uma pequena faca que ficava entre os passadores da calça.

Cantarolava baixinho - e, nossa, como sua voz era bonita - uma canção sobre as estrelas, uma de suas poucas paixões que não haviam desaparecido com o passar do tempo.

Avistou a sorveteria e mesmo com a certeza de que não conseguiria nem um pouco do alimento gelado, decidiu que talvez não fosse má ideia entrar ali. Olhou ao redor e não parecia exatamente um local perigoso.

Deu de ombros e, com a mão no cabo da faca, adentrou no recinto. A porta não ofereceu resistência alguma - pelo contrário, com apenas um leve empurrão se moveu.

Notou uma movimentação. Viu que era um garoto.

Não acho que vai se importar se eu procurar por alguma coisa de útil aqui, né? É claro que não...

"Às vezes o indivíduo está louco na droga." Pensou consigo mesma tentando evitar que um sorriso brotasse em seus lábios.

Sinto muito te decepcionar, mas... Não acho que você irá conseguir exatamente uma resposta. — Arqueou uma das sobrancelhas encarando o rapaz.

Era bom ver alguém realmente vivo depois de tanto tempo.

avatar
Sophie A. Blake
Sobreviventes
Sobreviventes

Mensagens : 9
Data de inscrição : 13/05/2015

Ficha de Sobrevivente
Vida:
100/100  (100/100)
Energia:
100/100  (100/100)
Inventário:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sorveteria Amellie

Mensagem por Collin B. Hitzer em Qua Maio 13, 2015 9:39 pm


Anything interesting?

Do You Fear The Darkness?



Pude ouvir uma voz cantando do lado de fora da sorveteria. Se eu estava louco? Temia por isso. Não via um ser humano realmente humano faziam semanas, e não sabia se o fato de encontrar um seria alguma coisa boa. O mundo havia se tornado competitivo e a falta de leis aflorou o pior que as pessoas tinham em si. Eu mesmo era a prova viva destes acontecimentos.

Cerrei o punho livre enquanto apertava o cabo da faca. Era tarde demais, com certeza a pessoa tinha conseguido me escutar. Como se esperasse a deixa, a porta da sorveteria se abriu e lá estava a garota. Suas roupas estavam relativamente limpas, fazendo com que eu repensasse sobre meu vestuário. Não parava pra lavar roupas muitas vezes no Apocalipse, geralmente encontrava roupas novas sempre que possível a fim de não carregar muita coisa comigo. Mesmo assim, minha camiseta acinzentada sem estampa alguma apresentava alguns pontos de sujeira que ganhei pela necessidade de rolar no chão em alguns pontos antes da sorveteria. Os amassados na calça jeans e na camiseta deixavam claro que o dia não tinha sido dos melhores. Meu cabelo? Deveria ser o único ponto realmente ajeitado em mim, ou ao menos esperava isso.

— Sinto muito te decepcionar, mas... Não acho que você irá conseguir exatamente uma resposta. — disse a garota arqueando uma de suas sobrancelhas.

Retribuí a expressão com um toque mais sarcástico, junto com um sorriso que completava o tom brincalhão que queria passar.

— Se conseguisse uma resposta, aí sim teríamos um problema. — expliquei. — Por sorte não cheguei a este ponto. — admiti olhando para o cadáver por alguns segundos antes de voltar a encarar a garota. — A menos que você seja uma ilusão, o que não parece ser o caso... — Olhava pensativo para a garota, mas sabia que era real.


------------------------------------------
Itens Levados:
✶ {Faca} [Faca de cozinha inicial. É uma faca de cozinha comum, serrilhada na parte de baixo e com 15 centímetros. Seu cabo não prende tão fortemente a lâmina, podendo quebrar se muito forçado. Apesar de ser uma arma frágil, é afiada e de fácil manuseio, podendo qualquer pessoa usá-la com certa perfeição.] (Sem uso mínimo) [Recebimento: Administração por se cadastrar no fórum]


avatar
Collin B. Hitzer
Sobreviventes
Sobreviventes

Mensagens : 5
Data de inscrição : 11/05/2015

Ficha de Sobrevivente
Vida:
100/100  (100/100)
Energia:
100/100  (100/100)
Inventário:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sorveteria Amellie

Mensagem por Sophie A. Blake em Qua Maio 13, 2015 10:37 pm


Ice Cream?

Not even in our dreams.



Ao menos o rapaz tinha senso de humor. Ao ouvir as palavras do desconhecido, Sophie foi capaz de notar que ele hesitava um pouco. Não o julgava nem o culpava, afinal, a hostilidade desse novo mundo provocava isso nas pessoas.

Na intenção de demonstrar que não representava nenhum tipo de risco ou ameaça, retirou a mão do cabo da faca e ergueu as mão acima da cabeça em um sinal semelhante ao de rendição.

Respondeu em um tom brincalhão:

Posso garantir que não sou uma ilusão. — Dessa vez, a garota não segurou um sorriso. — E não se preocupe, prometo que não vou te machucar, darling.

Tinha diversas perguntas. Quanto mais observava o garoto, mais sua curiosidade aumentava. Será que pertencia a algum grupo de sobreviventes? De onde havia vindo? Estava sozinho?

Invés de começar um interrogatório, conteve-se. Aproximou-se alguns passos, tentando analisar melhor o ser humano que estava à sua frente. Não parecia ser muito mais velho que ela. Não pensou muito no que diria. Descarada e impulsiva como sempre fora - e nenhum cenário apocalíptico mudar isso -, fez a primeira coisa que veio à sua mente.

Sou Shophie. Sophie Angel Blake. — Deu de ombros. — Admito que não faço muito jus ao segundo nome, mas... O prazer é todo seu.

Fazendo uma mesura quase teatral, apresentou-se e aguardou por uma resposta.

avatar
Sophie A. Blake
Sobreviventes
Sobreviventes

Mensagens : 9
Data de inscrição : 13/05/2015

Ficha de Sobrevivente
Vida:
100/100  (100/100)
Energia:
100/100  (100/100)
Inventário:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sorveteria Amellie

Mensagem por Collin B. Hitzer em Sex Maio 15, 2015 3:59 pm


Something even more interesting

Do You Fear The Darkness?



Havia aprendido muita coisa nos filmes de zumbis fictícios até pouco tempo atrás, e uma coisa ficava clara em todos eles: A garota bonita morre ou te mata. Das duas uma. Isso era certeza. Mesmo assim, brigava comigo mesmo para não criar nenhuma expectativa com a garota, estava me virando muito bem sozinho, mais uma vida pra cuidar não estava nos meus planos. A aparência da mulher conseguia tirar um pouco do meu pensamento lógico, mesmo que eu não quisesse. Neste momento fiz uma nota mental: Tinha que treinar mais meu psicológico quando se tratava de garotas.

” E não se preocupe, prometo que não vou te machucar, darling.”

As palavras da garota ressoaram em minha mente por alguns segundos e segurei para não rir da cena. Sabia que não podia duvidar de Sophie sem a conhecer, mas por algum motivo soava engraçado ser machucado por ela. Um pouco imbecil da minha parte? Sim, mas eu sabia muito bem como esconder emoções. Não dei indício algum de que estava prestes a rir, apenas arqueei minha sobrancelha novamente enquanto descia da bancada ainda com a faca em mãos. A garota aparentemente não era um risco, mas ainda temia que algum zumbi surgisse em algum momento.

— Sou Shophie. Sophie Angel Blake. — disse a garota dando de ombros. — Admito que não faço muito jus ao segundo nome, mas... O prazer é todo seu.

Esbocei um sorriso de canto e abaixei-me fazendo uma reverência como se a garota fosse da realeza ou algo do tipo. Quando me levantei, observei-a de cima a baixo, ainda um pouco distante.

— Sou Collin. — apresentei-me. — Se ainda está viva, acredito que você seja mais do que um rostinho bonito, sweetie. — deduzi tendo estampado em meu rosto um sorriso malicioso.

------------------------------------------
Itens Levados:
✶ {Faca} [Faca de cozinha inicial. É uma faca de cozinha comum, serrilhada na parte de baixo e com 15 centímetros. Seu cabo não prende tão fortemente a lâmina, podendo quebrar se muito forçado. Apesar de ser uma arma frágil, é afiada e de fácil manuseio, podendo qualquer pessoa usá-la com certa perfeição.] (Sem uso mínimo) [Recebimento: Administração por se cadastrar no fórum]


avatar
Collin B. Hitzer
Sobreviventes
Sobreviventes

Mensagens : 5
Data de inscrição : 11/05/2015

Ficha de Sobrevivente
Vida:
100/100  (100/100)
Energia:
100/100  (100/100)
Inventário:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sorveteria Amellie

Mensagem por Sophie A. Blake em Sex Maio 15, 2015 11:07 pm


Ice Cream?

Not even in our dreams.



Então o nome dele era Colin. O garoto parecia continuar analisando a jovem à sua frente cada vez mais. "Sinto muito, mas não vai ter muito sucesso tentando me decifrar assim." pensava Sophie. Apesar de muitas coisas terem mudado, ela ainda acreditava nas maravilhas que uma conversa - razoavelmente - civilizada poderiam trazer.

Um sorriso malicioso surgia no rosto de Colin. Angel franziu o cenho, fingindo irritação.

Sugiro que tire esse sorrisinho do rosto antes que eu mesma o faça. — Falou tentando disfarçar o tom de brincadeira.

"Se ainda está viva, acredito que você seja mais do que um rostinho bonito, sweetie."

As palavras ainda ecoavam na mente de Blake. Não sabia bem como responder aquilo. Não gostava de lembrar do antes. Não, definitivamente não era apenas um rostinho bonito; mas também não se orgulhava de quem havia sido. Do que havia feito.

Blake, todos os dias se forçava a acreditar que tudo ficaria bem. Que não importava realmente o que tinha feito. Ela tinha o agora e era tudo com precisava se preocupar.

Saiu de seus devaneios sacudindo levemente a cabeça. Encarou o garoto e foi sua vez de sorrir com o canto dos lábios.

Nisso você tem razão. — Concordou, mesmo sem se achar exatamente bonita. — Digamos que se algum "imprevisto" acontecesse aqui... Eu não seria a garota que morre.

Puxou uma cadeira e sentou-se, colocando a mochila à sua direita no chão.

Está com pressa? Tenho certeza que não conseguiremos sequer uma gota de sorvete aqui, mas... Confesso que gostaria de saber mais sobre você, Collin.

"Que tipos de segredos esse rosto doce esconde?" Começou a se perguntar. O que aquele mortal não estava contando?

Porque até mesmo anjos possuíam um lado escuro, e disso Sophie sabia muito bem.

avatar
Sophie A. Blake
Sobreviventes
Sobreviventes

Mensagens : 9
Data de inscrição : 13/05/2015

Ficha de Sobrevivente
Vida:
100/100  (100/100)
Energia:
100/100  (100/100)
Inventário:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sorveteria Amellie

Mensagem por Collin B. Hitzer em Sab Maio 16, 2015 12:01 pm


Something even more interesting

Do You Fear The Darkness?



A reposta da garota com relação ao meu sorriso me surpreendeu. Ela sabia se impor e eu gostava disso. Mesmo assim, o tom com que falou isso demonstrou que não estava com raiva de verdade, apenas queria mostrar que as coisas não funcionariam assim. Já sua reação com minha frase seguinte foi diferente, ela ficou pensativa por um momento, deixando claro que algo de fato havia acontecido em seu passado. Admito que fiquei curioso com a reação, o que ela estava escondendo afinal? Já havia avisado que não fazia jus ao ”Angel” em seu nome, mas não conseguia acreditar que por trás daquela garota existia uma pessoa realmente má. Se fosse, não teria abaixado a guarda em momento algum, fato que deixou claro que ainda tinha coisas a aprender sobre um Apocalipse Zumbi.

— Nisso você tem razão. — concordou. — Digamos que se algum "imprevisto" acontecesse aqui... Eu não seria a garota que morre.

”Eu não teria tanta certeza no seu lugar.” Pensei comigo mesmo enquanto observava e escutava pacientemente as frases da garota. Ela realmente era um pouco convencida, ou talvez autoconfiante soe melhor para ela, mas será que ela realmente tem todo o potencial que diz ter? Queria fazer algumas perguntas, mas não sabia se seria uma boa ideia. Realmente queria levar aquilo adiante? A dúvida impiedosa rondava minha mente.

Sophie por sua vez tomou iniciativa neste momento. Puxou uma cadeira e sentou-se como se pudesse simplesmente ignorar a gravidade da situação em que nos encontrávamos. Ou ela sabia jogar muito bem, ou realmente precisava aprender algumas coisas sobre sobrevivência. De qualquer forma, decidi fazer o mesmo. Saberia me virar caso algum zumbi aparecesse, apenas torcia para que a garota também tivesse esta noção.

— Está com pressa? Tenho certeza que não conseguiremos sequer uma gota de sorvete aqui, mas... Confesso que gostaria de saber mais sobre você, Collin.

”Sim, estou com pressa.” Pensei automaticamente, meu corpo por outro lado parecia conseguir ganhar desta parte lógica. Puxei uma cadeira e sentei-me sorrindo para a garota. Em qualquer outro caso semelhante a este, nunca pararia para fazer aquilo, mas tinha que admitir que Sophie tinha conseguido atiçar minha curiosidade.

— Não, não estou com pressa. — menti. — Mas minha história não é muito interessante. Tenho andado sozinho desde o começo deste inferno, sobrevivendo muito bem sem a ajuda de ninguém. Talvez suas histórias sejam mais interessantes, que tal me falar um pouco sobre você, sweetie?

Na verdade, meu passado podia ser um pouco mais obscuro. Zumbis não tinham sido os únicos a morrer pelas minhas mãos desde o começo do apocalipse, mas não fazia aquilo sem motivos. De qualquer forma, expor algo deste gênero não parecia uma boa ideia, ela ainda não precisava conhecer este meu lado. Se chegasse a conhecer, provavelmente a situação ali já teria ficado feia.

------------------------------------------
Itens Levados:
✶ {Faca} [Faca de cozinha inicial. É uma faca de cozinha comum, serrilhada na parte de baixo e com 15 centímetros. Seu cabo não prende tão fortemente a lâmina, podendo quebrar se muito forçado. Apesar de ser uma arma frágil, é afiada e de fácil manuseio, podendo qualquer pessoa usá-la com certa perfeição.] (Sem uso mínimo) [Recebimento: Administração por se cadastrar no fórum]


avatar
Collin B. Hitzer
Sobreviventes
Sobreviventes

Mensagens : 5
Data de inscrição : 11/05/2015

Ficha de Sobrevivente
Vida:
100/100  (100/100)
Energia:
100/100  (100/100)
Inventário:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sorveteria Amellie

Mensagem por Sophie A. Blake em Seg Maio 18, 2015 9:13 am


Ice Cream?

Not even in our dreams.



Apesar de sentir que o rapaz realmente não gostaria de ficar muito tempo ali, Soph não comentou nada de imediato. Algo o fez permanecer e puxar uma cadeira para sentar-se também. Talvez a curiosidade em relação à garota - e ela adorava isso; era quase como um jogo.

Collin, devo admitir que não o conheço muito bem, mas... — Curvou o corpo em direção ao garoto apoiando os cotovelos na mesa. — Você é um péssimo mentiroso. — Riu baixo.

O pedido dele parecia simples, contar um pouco sobre si. Talvez nunca o visse de novo então não havia muito a se perder. Entretanto, forçou-se a ser o mais vaga possível na resposta.

As imagens sempre voltavam à sua mente. Já fazia um bom tempo desde que não tinha episódios assim, mas essa conversa havia sido um estopim. Massageou as têmporas de leve tentando disfarçar.

Os flashes costumavam ser bem vagos. Uma noite chuvosa, uma corrida em meio às árvores, sangue em suas mãos, o grasnar de corvos. Nem sempre eram coisas ruins. Às vezes ele também estava lá: o céu noturno. As estrelas.

Um pouco sobre mim? Okay. — Deu de ombros. — Desde que sou capaz de me lembrar, vivo fugindo. Antes mesmo desse inferno começar. Às vezes questiono minha própria sanidade. Vez por outra, permito-me acreditar por breves segundos que isso não é nada mais que um sonho. Que vou acordar e vai estar tudo "bem". — Fez o sinal de aspas com os dedos. — Mas ao mesmo tempo me pergunto se gostaria da realidade que encontraria.

Era o máximo que conseguiria falar sem lançar alguma besteira no meio. Sorriu sem muito humor ou alegria genuína com o canto dos lábios.

Isso está longe de ser o paraíso, mas é tudo o que temos. O agora.

avatar
Sophie A. Blake
Sobreviventes
Sobreviventes

Mensagens : 9
Data de inscrição : 13/05/2015

Ficha de Sobrevivente
Vida:
100/100  (100/100)
Energia:
100/100  (100/100)
Inventário:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sorveteria Amellie

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum