Walkers RPG BR

Tramas Gerais

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Tramas Gerais

Mensagem por Anthony P. Corwell em Seg Out 20, 2014 3:36 pm


prólogo
a morte é apenas o começo
Era difícil de se acreditar que houvesse mesmo acontecido um evento daqueles. Do inesperado, hordas de mortos-vivos tomaram conta dos Estados Unidos, devastando toda quantidade de vida móvel que conseguiam.

No início foi um caos, obviamente. Era algo novo, um elemento surpresa, então não havia tanta proteção para a doença. O que se sabia era que aquilo matava, e que aquilo te fazia virar um zumbi. E não houve nada capaz de controlar o ocorrido.

Poucos foram os que sobreviveram, e menos ainda os que se manteram após o ocorrido. Além da pressão natural - mantenha-se vivo, mantenha-se vivo, mantenha-se vivo - havia a pressão psicológica: um passado, uma história, deixados para trás; amigos, família, conhecidos, a grande maioria mortos; o mundo de antes sucumbira, só restara um projeto do que um dia fora.

Mas os sobreviventes nunca deixaram-se abater, não! Ou ao menos não todos, porque uma sociedade nascia ali, em Washinton, antiga capital dos Estados Unidos da América. E que sociedade, diga-se de passagem.

Um centro moderno fora construído por um grupo de sobreviventes, usando de uma base arquitetada para pesquisar uma cura, durante a resistência ao apocalipse. Ela fora modificada, é claro, e tivera que ser obviamente limpa, mas nada de muito sério. Ali, um Estado Novo foi firmado, e uma nova organização social foi criada (dentre outros pontos, houve um treinamento específico, no qual os sobreviventes foram separados por habilidades semelhantes, formando grupos funcionais com diversos propósitos).

Infelizmente, essa nova realidade não durou muito. Durante um erro de conduta - que alguns afirmam ter sido uma sabotagem - o Estado Novo fora atacado e quase que completamente destruído. A nova sociedade caiu. Muitos sobreviventes sucumbiram, também, e o caos se espalhou mais uma vez pelo "país", se é que aquilo chegou a ter a proporção de um.

Agora, os sobreviventes novamente estão espalhados pelo território do que um dia foram os EUA, sem um rumo certo, sem uma perspectiva de vida - ou sobrevida.

Há rumores de que uma segunda cura estava sendo pesquisada no Estado Novo, mas que não conseguiram divulgá-la aos sobreviventes por causa do ataque dos zumbis; outros afirmam ser uma completa besteira. Isolados, os sobreviventes do que antes foram os Estados Unidos mal sabem o que acontecem fora de seu território, e nem gostariam de saber, garante-se. Não havia meio algum de descobrirem.

O máximo que os sobreviventes poderiam fazer era juntarem-se em grupos, para terem uma melhor chance de vida. Os ensinamentos do Estado Novo passaram a ser oralizados, passados de sobrevivente para sobrevivente, de acordo com as classes pré-definidas. Roubar veículos que ainda funcionassem ou encontrar animais com vida tornava-se cada vez mais difícil, mas não impossível. As moradias eram os locais mais diferentes que poderiam servir de abrigo: floriculturas, teatros, cinemas, igrejas, bases militares, entre outros. Todos requerendo uma limpeza, todos com riscos e vantagens.

Dali para frente, até onde podia-se prever, era sobreviver. Com ou sem uma cura, com ou sem ajuda externa, apenas contando com o que se sabia. Mas o que se sabia não era tudo.

Death is only the beginning ♦ Walkers
avatar
Anthony P. Corwell
Administrador
Administrador

Mensagens : 144
Data de inscrição : 02/01/2014

Ficha de Sobrevivente
Vida:
99999/99999  (99999/99999)
Energia:
99999/99999  (99999/99999)
Inventário:

Ver perfil do usuário http://walkersrpgbr.forumeiros.com/forum

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum